relacionamentosdeamorFEV17

Relacionamentos de amor

Aprendendo a focar nas coisas mais importantes da vida

Já passamos o período de férias e de descanso. O ano já começou e chegou a hora de colocarmos a mão na massa, cumprir nossos planos e colocar as nossas prioridades em ordem. Nossa vida é feita de escolhas e decisões, e colheremos, durante 2017, os frutos de tudo o que plantarmos agora. O apóstolo Paulo deixou isso bem claro em Gálatas 6.7:

“Pois o que o homem semear isso também colherá”.Box relacionamentosdeamor

Pensando nisso, onde será que temos fixado o nosso coração e as nossas energias? Em apenas fazer coisas e cuidar do que é urgente? Ou temos olhado para as pessoas, que dão frutos eternos?

Deus nos criou para termos relacionamentos. Jesus mesmo revelou a sua importância quando respondeu sobre o mandamento mais importante:

“Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: Ame o seu próximo como a si mesmo” (Mt. 22.37-39).

Se não tivermos um relacionamento íntimo com o nosso Criador e um convívio saudável com as pessoas estaremos perdendo a razão fundamental para a qual fomos colocadas nesta terra.

Ame a Deus

Jesus nos ensinou que a coisa mais importante que devemos fazer na vida é amar ao Senhor com tudo o que temos: coração, alma, entendimento e forças. Depois disso, temos que priorizar o amor ao próximo com a medida com que amamos a nós mesmos.

Dificilmente conseguiremos ter um relacionamento profundo e sincero com as pessoas, se não o tivermos com o nosso Pai. Ele deve ser o nosso melhor amigo, aquele para quem queremos abrir o nosso coração, falar sobre os nossos planos e sonhos. E aquele também a quem ouvimos e obedecemos.

Mas, então, como saber se o Senhor tem sido colocado em primeiro lugar na nossa vida? É simples, é só respondermos com sinceridade às seguintes perguntas: Qual a primeira coisa em que você pensa logo quando acorda? Como está a sua agenda? Sobre qual assunto você mais fala? Qual a última coisa em que você pensa antes de dormir? Pense sobre cada um desses questionamentos e peça que o Espírito Santo a ajude a sondar o seu coração. Colocar Deus no primeiro lugar da sua vida – que é exatamente onde Ele deve estar – faz com que todo o resto também esteja no devido lugar.

Ame as pessoas

Nossa tendência natural é valorizar as coisas, principalmente as mais caras. Vivemos a nossa vida em função de trabalhar para ter. Ter uma casa grande, ter o carro do ano, ter o celular mais novo. E então corremos, trabalhamos muito e passamos os nossos dias olhando apenas para nós mesmas e para tudo aquilo que queremos conquistar. E aí as pessoas ficam de lado. O serviço abnegado e altruísta que a Bíblia nos ensina a praticar é facilmente substituído pelo egoísmo e por projetos pessoais.

A verdade é que podemos pensar em nós mesmos e podemos buscar conquistar as coisas que nos alegram e que desejamos. Mas essa não pode ser uma prioridade na nossa vida, não pode tomar o lugar de destaque e ser o centro de tudo o que fazemos. As pessoas devem ser o nosso alvo, alcançá-las deve ser o nosso objetivo.

A vida de Jesus está cheia de situações em que Ele manteve o equilíbrio entre as necessidades das pessoas e as tarefas diante dele. Certa vez, Ele parou para dar atenção a uma mulher hemorrágica, mesmo quando estava indo socorrer a filha de um dos líderes da sinagoga (Mc. 5.21-43). Ele estava sempre atento e sensível às necessidades das pessoas (Mc. 6.30-44). Abraçou e abençoou as crianças, mesmo quando os próprios discípulos mandaram que elas se afastassem (Mc. 10.13-16) e ainda parou no meio de uma viagem para conversar com uma mulher samaritana (Jo. 4.1-30).

A vida que Deus planejou para nós envolve tempo de comunhão com Ele e relacionamentos interpessoais de amor, ao mesmo tempo em que cuidamos de nós mesmos. O apóstolo Paulo disse em Filipenses 2.4:

“Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.”

Jesus priorizou os relacionamentos e nós devemos fazer o mesmo. O que o nosso Senhor espera de nós não é que realizemos grandes coisas, acumulemos muito dinheiro ou conquistemos altas posições. O que Ele mais deseja é que possamos investir em relacionamentos, semear nas pessoas. Que saibamos viver como corpo, sempre preocupados com as necessidades uns dos outros.

Invista em frutos eternos, coloque pessoas nos seus planos para 2017, foque nos relacionamentos e experimente o melhor de tudo o que o Senhor tem para você. Ainda estamos no começo do ano, há tempo para uma boa semeadura.

 

SuelyBezerra