tanquecheioNOV18

Tanque cheio!

Era uma tarde quente de verão quando peguei a rodovia sentido São Paulo. Reparei, depois de algumas dezenas de quilômetros, que eu teria mais estrada do que combustível pela frente. Coisa rara para mim que gosto de revisar tudo antes, mas o fato é que o tanque estava vazio.

Rodovia boa, mas sem lugar para abastecer! Seguindo as instruções de um amigo, encontrei um posto e quase dei um abraço de alegria no frentista. Sofri, simplesmente, porque não enchi o tanque.

Não são apenas os carros que precisam ser abastecidos, nós também precisamos encher o tanque da nossa própria vida. Os maridos enchem o tanque emocional de suas esposas, e estas, deles. Pais enchem o tanque dos filhos e os líderes, dos seus liderados, que também enchem o tanque daqueles que os lideram.

Encher o tanque significa presentear cada pessoa com a verdade de Deus – o que Ele diz sobre seu valor, suas possibilidades e suas capacidades. Significa desconstruir mentiras e armadilhas em suas mentes para que tenham acesso à realidade de uma nova vida em Cristo e sejam motivadas a cumprirem sua missão.

Paulo apóstolo era pródigo em citar pessoas que eram fonte de ânimo em seu ministério, como os tessalonicenses (1Ts. 3.7) e um judeu também chamado Jesus (Cl. 4.11). Barnabé, citado no livro de Atos, era uma pessoa que sabia encher o tanque de outros! Ele fez isso com o próprio Paulo.tanqueNOV18

E o que dizer dos quatro amigos que levaram o paralítico até Jesus? Certamente, eles estavam com o tanque supercheio para realizarem o trabalho de levarem o seu amigo e não desistirem, mesmo quando encontraram barreiras. Pessoas com o tanque cheio encontram uma maneira de ir até o final e é por isso que temos esta incrível história com um desfecho poderoso:

“Vieram alguns homens, trazendo-lhe um paralítico, carregado por quatro deles. Não podendo levá-lo até Jesus, por causa da multidão, removeram parte da cobertura do lugar onde Jesus estava e, através de uma abertura no teto, baixaram a maca em que estava deitado o paralítico. (...) “Mas, para que vocês saibam que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados — disse ao paralítico — eu lhe digo: Levante-se, pegue a sua maca e vá para casa". Ele se levantou, pegou a maca e saiu à vista de todos. Estes ficaram atônitos e glorificaram a Deus, dizendo: "Nunca vimos nada igual”” (Mc. 2.3-4,10-12).

Quando se está com o tanque vazio, um dos primeiros sinais é procurar culpados e se sentir vítima das pessoas e situações. Sentir-se irritado ou ter outros sentimentos destrutivos é um grande alerta de que é preciso reabastecer o tanque!

Como, então, podemos manter o nosso tanque cheio?

Diferentemente dos carros, há várias maneiras de abastecer o coração humano. A primeira delas é a Palavra de Deus, o manual da vida completa! “Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedentes das Escrituras, mantenhamos a nossa esperança. O Deus que concede perseverança e ânimo dê-lhes um espírito de unidade, segundo Cristo Jesus” (Rm. 15.4-5).

Como vimos, o bom ânimo procede, primariamente, das Escrituras. O que ali está escrito, promove fé e confiança. Já observou que as pessoas que constantemente meditam na Palavra, conseguem manter o tanque cheio, ainda que passem por lutas?

O próprio Jesus sabia da importância de abastecer o ânimo para seguir em frente: “Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo" (Jo. 16.33)

Levante mais cedo para se abastecer com a meditação nas Escrituras. Crie este hábito poderoso e estará pronto para abastecer outros.

Falando em hábitos, considere isto: se não dormir e comer de forma correta, e não se movimentar por meio de alguma atividade física, poderá se sentir esgotado constantemente. A pausa faz parte da vida. Na verdade, sem estabelecer prioridades, é praticamente impossível manter o tanque cheio.

As palavras de reconhecimento também reabastecem. Elas são verdadeiras joias que conectam os corações e dão sentido à vida. Não desperdice as oportunidades de enriquecer alguém com palavras sinceras e de valorização. Vá ainda mais longe nessa matéria e perceba que há diferentes maneiras de animar alguém: alguns gostam de desafios, uns preferem boas conversas, outros gostam de servir e outros ainda, de expor suas análises. Tem gente que ama ler, participar de cursos, sentir que está sempre crescendo, outros gostam de cuidar de pessoas e ajudá-las em suas carências, há ainda aqueles que gostam de planejar os ambientes, possuem mais senso estético, bem como outros são mais pragmáticos e preferem conhecer o retorno sobre aquilo que estão investindo tempo e recursos. Todas essas coisas enchem o tanque e motivam diferentes pessoas diariamente.

Você está com seu tanque cheio?

Nenhuma viagem é intransponível e nenhum problema é tão grande, se aprendermos a manter o tanque cheio. É uma tarefa de cada dia e que traz grandes recompensas.

Tanque Cheio pra você!

 

FernandoDiniz