livresNOV18

Livres

Confiando no Deus que cura as nossas emoções e nos ajuda em tempos difíceis

“Na minha aflição clamei ao Senhor; gritei por socorro ao meu Deus. Do seu templo ele ouviu a minha voz; meu grito chegou à sua presença, aos seus ouvidos” (Sl. 18.6).

Davi escreveu essas palavras depois de ter sido livrado pelo Senhor das mãos de seus inimigos e de Saul. É uma canção de agradecimento, de reconhecimento, de louvor.

São lindas palavras, mas nem sempre nos sentimos assim. A verdade é que no meio de um momento difícil, tendemos a pensar que Deus não está nos ouvindo, nos esqueceu ou não se importa conosco. E nada disso é verdade. Ele nos vê e nos ouve, conhece o nosso coração.

No evangelho de Lucas, uma mulher que se sentia esquecida por todos experimentou do amor de um Deus que a enxergava (13.10-13). Ela andava encurvada por 18 anos, sem poder endireitar o seu corpo. Só olhava para o chão, não tinha perspectivas, sonhos e nem esperanças. A Bíblia não fala sobre a sua condição, mas se ela era casada, não podia ter uma boa vida conjugal; se era mãe, não conseguia nem levantar seu filho; se precisava de sustento, não podia trabalhar.livresNOV18

Certo dia, essa mulher entrou na sinagoga onde Jesus estava ensinando. Talvez, ela não conseguisse nem vê-lo, mas Ele a viu. Pode ser que ninguém tenha reparado nela ou se aproximado para perguntar seu nome e quais eram as suas necessidades, mas o Senhor a conhecia. E Ele não só reparou nela, como a chamou para perto e lançou as palavras: “Mulher, você está livre da sua doença” (v.12). Com o Seu toque, o corpo dela se endireitou. O que a impedia de ter uma vida plena e abençoada já não existia mais, e ela podia prosseguir alegre, livre.

Muitas vezes, situações difíceis também nos deixam encurvados, aprisionados. Talvez, não fisicamente, mas em nosso interior. Dependendo do que acontece conosco e de como lidamos com os problemas, passamos a olhar para o chão, sem esperanças, sem perspectivas. Enxergamos apenas a nós mesmos e não conseguimos nem perceber quando o Senhor está presente.

Acabamos com a nossa alma doente, presos, feridos. Somos cheios de um sentimento de autocomiseração, temos pena de nós mesmos. Decidimos nos isolar e viver sozinhos, já que temos medo de ser machucados novamente. Pensamos que Deus nos esqueceu.

Existem muitas pessoas vivendo assim. Mas não foi isso que o nosso Pai planejou para nós. Ele não nos promete uma vida perfeita, sem problemas. Mas promete que vai estar conosco em todas as situações:

“Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo” (Jo. 16.33).

Tenham ânimo! Não importa a situação em que estejamos, o Senhor nos vê. Podemos, assim como Davi, invocar o Seu nome e crer que Ele nos ouve e que, no momento certo, virá nos resgatar.

Jesus sabe absolutamente tudo a nosso respeito. Os Seus caminhos, muitas vezes, podem parecer longos e desconhecidos, mas certamente nos levarão para mais perto do Seu amor. Tudo o que Ele faz tem um propósito, nada é por acaso, nada é para nos fazer sofrer.

Nosso passado não determina o nosso futuro. Não estamos mais presos! A partir do momento em que Jesus morreu na cruz do Calvário e ressuscitou dos mortos, nos fez livres! Não existe mais nada que possa nos prender. Ele quer acabar com aquilo que nos mantém curvados, quer nos dar esperança, que fixar nossos olhos nele e no futuro que tem para nós.

É verdade que a vida cristã não é fácil. Muitas vezes, saímos de uma crise e logo entramos em outra. Às vezes passamos por situações em que nos sentimos injustiçados e não sabemos o que fazer. Mas não podemos desistir, Ele venceu o mundo! Se conhecemos Aquele em quem temos crido, sabemos o que Ele poder fazer. Ele quer enxugar as nossas lágrimas e curar as nossas feridas, mesmo as mais profundas. Não há nada que o Senhor não possa fazer, nada que seja difícil demais para Ele e nada, absolutamente nada, que fuja da Sua vontade. Ele nunca perde o controle!

Se você está passando por um momento de dificuldade, não desista. Invista tempo lendo a Palavra e conhecendo o Deus que te criou. Ore durante todo o tempo, seja cheio do Espírito Santo e receba o consolo, amor e a paz do Senhor. Lembre-se de quem Ele é e persevere. Seja livre!

Em breve, assim como Davi, você estará cantando uma canção de agradecimento e de louvor a Deus.

 

SuelyBezerra