nossopapelSET17

O nosso papel nesta nação

Só o nosso compromisso de oração e clamor pode transformar o Brasil

O Brasil tem passado por tempos de muito desafio. Temos vivido uma crise sem precedentes, que afeta a população em todos os aspectos: economia, saúde, educação, saneamento básico. Escândalos de corrupção têm sido descobertos dia após dia e tem sido difícil pensar em como será o futuro da nossa nação.

Em meio a tudo isso e com a ajuda das redes sociais, têm se tornado frequentes as críticas aos políticos e à política de uma maneira geral. Vemos todos os tipos de comentários e posicionamentos, até mesmo aqueles que defendem a volta da ditadura militar. O povo está perdido, sem rumo e sem esperança.

Mas qual tem sido o nosso papel como cristãos neste cenário de crise e confusão? Muitos de nós preferem não se envolver com “este mundo”, acreditam que política é coisa de intelectuais e entendidos do assunto. Já outros são os sábios da internet, fazem questão de sempre colocar a sua Box nossopapelSET17opinião, fazer críticas e se manifestar.

Precisamos nos lembrar de que o nosso maior compromisso é cobrir o Brasil com as nossas orações. Por isso é importante estar por dentro do que acontece fora dos nossos lares seguros. Se somos pessoas comprometidas com a intercessão, precisamos conhecer nossos alvos.

Elias foi um homem que tinha esse desafio. Com as suas orações conseguiu mudar o curso da natureza e a história de uma nação (1Rs. 18.31-39). Seu coração estava tão incendiado que ele clamou ao Senhor, e Ele não só o ouviu como respondeu, mandando fogo do céu. Esse é o posicionamento de alguém que quer ver mudança: coragem e muita oração.

Ester também experimentou disso. Num ato de coragem enfrentou a possibilidade de sua morte, confessando ao rei Assuero que era judia e pedindo para que ele poupasse a vida de seu povo. O seu coração de serva a capacitou a arriscar a sua vida em favor de outros. Jejuou e orou por três dias, junto com todo o povo judeu, clamando pela proteção e misericórdia de Deus, e este posicionamento mudou a história da nação judia e de todo o reino persa.

Queremos ver a nossa nação transformada. Queremos políticos honestos, íntegros, com corações ensináveis, voltados ao Reino de Deus. Leis mais justas e condições de vida dignas para todo o povo. Queremos um país seguro e cheio de oportunidades para as próximas gerações que virão. Mas, muitas vezes, nos falta coragem para orar a Deus e clamar por fogo dos céus.

A Palavra de Deus diz em 1 Timóteo 2.1-4:

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”.

Na época em que essa carta foi escrita a Timóteo, uma das maiores autoridades era Nero, o imperador de Roma. Ele era um homem arrogante, orgulhoso, hostil e cruel. Perseguia duramente os cristãos. E, mesmo assim, Paulo fala da importância da oração por homens como ele.

Não importa quem sejam as autoridades que estão sobre nós, devemos respeitá-las e nos comprometer a orar por elas. É verdade que existem muitos políticos corruptos e desonestos, temos ouvido falar deles diariamente. Mas ainda existem aqueles que se dedicam, que são comprometidos com a justiça e a dignidade, e lutam por nossos direitos e pela implantação do Reino de Deus nas rodas públicas.

É nosso papel, assim como instruiu o apóstolo Paulo, interceder por todas as nossas autoridades, cobrindo-as e abençoando-as sempre. Clamar pelo nosso país diariamente e crer que o Senhor pode realizar o impossível.

Qual tem sido o seu papel nesta nação? Você tem se contentado em expor suas opiniões na internet e nas rodas sociais? Tem vivido alheio a tudo o que tem acontecido no Brasil? Ou tem assumido um compromisso de intercessão e clamor? Nosso posicionamento hoje pode ajudar a garantir um futuro de paz e esperança para as próximas gerações. Por isso, não desista! Ore!

SuelyBezerra