opodertransformador02

O poder transformador da Palavra de Deus

Religião não salva e nem liberta ninguém

Um famoso teólogo estadunidense, o doutor Cyrus Scofield, afirmou: “Em todas as épocas tem havido aqueles que se empenham em divorciar Cristo da Bíblia. Mas, sem a Bíblia, nada saberíamos de Cristo e, à parte de Cristo, nunca entenderíamos a Bíblia”. 

Box 02podertransformador

Jesus e a Palavra sempre andaram juntos; um sempre apontando e revelando o outro. Foi o próprio Mestre quem disse que o motivo dos erros constantemente cometidos pelos homens está na falta de conhecimento e revelação interior da Palavra de Deus (Mt. 22.29).

É justamente nessa área que Satanás exerce uma atividade constante, tentando impedir que o poder transformador de Deus, exercido pela Sua Palavra, alcance o entendimento dos homens para que sejam libertos (2 Co. 4.4).

O célebre evangelista americano Reuben Archer Torrey, falando sobre a Bíblia, disse uma vez: “Neste livro há mais poder para salvar os homens, purificar, alegrar e embelezar as suas vidas, do que em todos os demais livros colocados juntos”. Mas somente o conhecimento experimental desta Palavra produz verdadeira libertação.

Religião não salva e nem liberta ninguém. Ela tem sido uma máquina para a fabricação de grandes hipócritas (Lc. 12.1). Eles não entram no Reino de Deus e não permitem que outros o façam.

Quando em João 8.34 Jesus declara que todo aquele que vive pecando é escravo do pecado, Ele estava denunciando que os religiosos judeus não somente tinham uma história de escravidão nas mãos de outros homens – egípcios, moabitas, midianitas, romanos –, mas também, por conta do pecado, eram escravos de si mesmos. Tinham, em verdade, conhecimento intelectual, mas faltava-lhes o experimental. Conheciam a teoria e desconheciam a prática:

“Pois posso testemunhar que eles têm zelo por Deus, mas o seu zelo não se baseia no conhecimento. Porquanto, ignorando a justiça que vem de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se submeteram à justiça de Deus” (Rm. 10.2-3).

Conhecer a Cristo é conhecer Sua Palavra e praticá-la! Ele é o Verbo que se fez carne (Jo. 1.14). Ele se manifestou em forma humana a fim de revelar Deus aos homens (Cl. 2.9).

A mesma Palavra que nos releva Jesus, não poderia deixar de expressar o eterno poder de Deus e Sua glória irrefutável, pois é ela que nos revela o maior projeto de Deus para toda a humanidade. A Bíblia não é uma massa inerte de instruções e informações, mas é uma Palavra operante e produtiva (Hb. 4.12).

É pelas Escrituras que conhecemos a expressão maior do amor de Deus revelado na pessoa de Jesus. Quando nós ainda estávamos mortos em delitos e pecados, Deus enviou Seu próprio Filho para condenar o pecado no Seu corpo crucificado (2 Co. 5.21).

Foi na cruz que fomos atraídos a Jesus (Jo. 12.32-33) para morrermos juntamente com Ele e vivermos em novidade de vida (Rm. 6.3-4). Essa é a declaração da fiel Palavra de Deus, que manifesta o propósito supremo da revelação do Senhor.

Cristo é a Palavra e a Palavra é Cristo! Conhecer a Bíblia é conhecer a Jesus. É esse conhecimento que liberta e que torna o homem um verdadeiro filho de Deus, com direito a toda a Sua herança com os santos na luz. Que possamos percorrer juntos esse maravilhoso caminho!

 

CarlosAlbertoBezerra02