tempodeverdadeJUL18

Tempo de verdade

O impacto do relacionamento com os pais na vida dos filhos

Não é nenhuma novidade que criar filhos é um grande desafio, principalmente para aqueles que são “pais de primeira viagem”. São tantas perguntas e tanta preocupação com a formação e o futuro dos pequenos. Afinal, o que é mais importante no papel dos pais?

Entre tantas coisas, uma é essencial para o desenvolvimento das crianças: tempo de qualidade. É verdade que cada um tem a sua linguagem de amor, mas o tempo com a família faz a diferença para todos – crianças, adolescentes, jovens e adultos. É isso que define a segurança no futuro e impede que a ansiedade seja protagonista na vida dos adultos que nossos filhos vão se tornar.

E é importante ressaltar que não é só a quantidade de tempo que importa, mas a sua qualidade. Não adianta levar seus filhos ao parque e ficar mexeBox tempodeJUL18ndo no celular. Uma pesquisa realizada pelo grupo norte-americano Barna apontou que um dos maiores desafios das famílias hoje é encontrar tempo para estarem juntos sem tecnologia. E isso não é por causa do uso exacerbado por parte de crianças e adolescentes, mas, principalmente, pelos pais. A instituição mostrou que os pais são tão dependentes da tecnologia quanto seus filhos de 11 a 17 anos.

Isso não faz dos smartphones, televisões e videogames os grandes vilões da vida em família, eles acabam apenas sendo os coadjuvantes de uma questão muito mais profunda.

A doutora Kathy Koch, psicóloga especializada em educação, perguntou a alguns de seus pacientes adolescentes por que eles não têm o hábito de recorrer aos seus pais quando se sentem estressados, sozinhos e entediados. As respostas mais frequentes foram: “meus pais são muito ocupados”, “minha mãe está sempre no telefone”, “sempre que falo com meus pais, somos interrompidos por mensagens ou telefonemas” e “meu pai não parece se importar, ele até pergunta como eu estou, mas não espera por uma resposta”.

Isso mostra a importância de criar momentos em que o telefone esteja fora de cena e a atenção se volte completamente para o relacionamento familiar. Não é preciso escolher um dia da semana em que não haja nenhum contato com a tecnologia, mas esse pode ser um valor criado na hora das refeições, por exemplo.

Como, então, criar esse valor em casa?

Não é preciso criar grandes eventos, mas adaptar a vida diária. Conversas olho no olho para falar sobre o dia, os sentimentos e a escola, por exemplo, já fazem muita diferença. Elas podem ser combinadas com refeições em família, reuniões caseiras com amigos para assistir a filmes e brincar, viagens, visitas aos avós e familiares, leituras em conjunto, idas ao cinema, passeios de bicicleta.

Há muitas maneiras de se conectar mais com os seus filhos e impactar positivamente a sua identidade e o seu futuro, mas isso começa com o interesse. Procure descobrir do que eles gostam e como se sentem amados, invista tempo de qualidade com eles e mostre o quanto são importantes para você. Isso faz a diferença.

Jesus, que é o nosso maior exemplo, gastava muito tempo com Seu Pai e com Seus discípulos. Ele já nos ensinou a maneira de agir, precisamos só colocar em prática e criar filhos para a glória de Deus.

 

boxtempodeverdadeJUL18